GARAPA – de Padilha [uma crítica cinematográfica] - PARTE II 8 anos depois

  • 11 de Julho de 2016

Uma equipe de reportagem voltou 8 anos depois para ver como as 3 famílias escolhidas no filme de Padilha, "Os Filhos da Garapa", se encontram hoje. Clique neste link e baixe o PDF.

Houve sim um avanço em diversos cenários enquanto que em outros não se alterou uma mosca sequer. Entender a percepção das necessidades imediatas e as não tão imediatas assim destas famílias, inclusive as necessidades que nem conhecem é parte das demandas que a RAiZ tem que abraçar em seus programas de inclusão social, que vai além de um sustento unicamente financeiro. As fotos das mesmas famílias 8 anos depois falam por si.

Acontece que o "avanço em discutível qualidade de vida" de algumas famílias significa possivelmente que neste momento surgiram outras com a mesma situação que estas estavam há 8 anos atrás. Uma roda de cronos: uns se levantam e progridem vagarosamente enquanto outros surgem das profundezas com as mesmas mazelas, as mesmas carências e a mesma invisibilidade para os órgãos públicos.

Claro que EDUCAÇÃO E MAIS EDUCAÇÃO é solução imediata para reduzir drasticamente a perpetuação deste cenário. Porém, há braços interessados em acompanhar famílias nesta situação ou criar grupos (/círculos) que por sua vez criem outros grupos sociais que se aproximem cada vez mais destas habitações para ouvir e diagnosticar demandas sem impor soluções? Que tenham um compromisso com as pessoas e não um interesse apenas no proselitismo imediato apoiado no nosso "mais saber" ou "mais $"? O bem viver é um lento aprendizado. Para divulgá-lo temos que primeiro entendê-lo. As rodas de conversa entre nós enraizadxs é fundamental para alinhar nosso discurso para que se alinhe com nossos fundamentos básicos. Como funcionam:

  • Levanta-se uma situação
  • Entendem-se as necessidades para que tal situação exista e persista
  • Como enfrentar tal situação sem usar ferramentas de poder
  • Qual o tipo de diálogo e de relação empática sugerida para enfrentar tal situação (atentar para ubuntu e teko-porã)
  • O que temos para transbordar que também seja necessidade das outras pessoas
  • O que devemos guardar para nós mesmos
  • Como que as pessoas que resolvem sua situação façam a roda girar e transfiram o conhecimento adquirido para os próximos núcleos que vivem situações semelhantes (ecossocialismo)

A RAiZ algum dia chegará com sua filosofia de TEKO-PORÃ e UBUNTU e consequentemente de Ecossocialismo a todos estes rincões nacionais? Esperamos que sim, pois pessoas ainda guardam finos traços de fé  que as motiva a enfrentar a possibilidade de sua morte. Nossa missão é abraçar esta fé e semeá-la com pequenos irmãos que cresçam junto com ela: conhecimento, criatividade, sonho, esperança, desejo e amor.

se você não leu a PARTE I deste artigo, este é o link


Compartilhe esse artigo:

Comentários

Últimas notícias


RAIZ AVANÇA EM SUA 7ª TEIA NACIONAL

  • 22 de Maio de 2017

Realizada em 19 e 20 de maio de 2017, em Fortaleza, a 7ª Teia Nacional Presencial representou um importante momento ...Leia mais




Teia Estadual de São Paulo será dia 6 de maio

  • 25 de Abril de 2017

O objetivo é fazer um debate prévio dos temas e assuntos a serem tratados na Teia Nacional.Leia mais




Dois anos sem Eduardo Galeano: "RECORDAR: Do latim re-cordis, voltar a passar pelo coração..."

  • 13 de Abril de 2017

Em tempos de intolerância e injustiças recordar e voltar a ler Galeano é sempre um sopro de esperança.Leia mais

Princípios da RAiZ

UBUNTU

“Eu sou porque você é”, “nós somos porque você é e eu sou”. Importante é a dignidade de todas as pessoas.

Leia mais

TEKO PORÃ

Somos “parte” da natureza e, para nossa própria sobrevivência como espécie, há que romper de uma vez por todas com a ideia de que podemos continuar vivendo “à parte” da natureza.

Leia mais

ECOSSOCIALISMO

Não temos o direito de seguir roubando o futuro dos que estão por vir. Para reverter este processo, o único caminho é a Revolução Ecológica.

Leia mais

CONSENSO PROGRESSIVO

Você sabe o que é Consenso Progressivo ? Veja aqui o GUIA que preparamos.

Leia mais

Entre em contato

© 2017. «Raiz Cidadanista».